O Último Adeus – Abbi Glinnes

 

“O Último Adeus” é o 12º e penúltimo livro da série Rosemary Beach, que levou Abbi Glinnes a lista dos mais vendidos em vários países. Esse também é um dos poucos livros da série que funciona como um livro único e não tem continuação.

Em “O Último Adeus” reencontramos Capitão, o meio irmão de Blaire que foi apresentado em “Amor Sem Limites”, que acabou de se mudar para Rosemary Beach graças ao seu novo trabalho gerenciando a abertura de um restaurante de luxo. E é no trabalho que ele conhece Rose Henderson, uma mãe solteira que mexe com os sentimentos de Capitão como ninguém e trás de volta alguns fantasmas do seu passado.

Esse é um dos livros de leitura mais rápida da série, mas que trata de alguns temas pesados como abuso contra crianças e gravidez na adolescência, o que trás algumas cenas desconfortáveis durante a história. Porém assim como nos outros livros de Abbi esses temas mais sérios são tratados muito por cima, sem se aprofundar muito nas consequências deles, o que para mim é uma falha grande do trabalho dela (e eu digo isso mesmo sendo completamente viciada nos seus livros).

Capitão e Rose são dois personagens com vários traumas e segredos, mas que tem uma química imensa e funcionam muito bem como um casal. A história deles é sem dúvida uma das mais tragicas de Rosemary Beach (e isso quer dizer muita coisa!), mas ao mesmo tempo é levada de forma muito rasa pelo livro. A história teria sido mais completa se a autora tivesse dado mais atenção ao final, que parece muito apressado, raso e feito sem cuidado.

No fim das contas “O Último Adeus” é um livro ótimo para passar a tarde quando se quer uma leitura rápida e sem grandes viradas na história. Dá pra ler ele em um única tarde sem problema nenhum. E ainda tem a vantagem que Nan, a personagem mais odiada da série, graças aos céus não aparece nesse livro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *