Originais – Como os Inconformistas Mudam o Mundo – Adam Grant

 

Escolhi ler este livro pensando que contaria histórias de pessoas criativas que com suas ideias, sua forma de pensar fora do padrão, mudaram seu ambiente de alguma forma. Além disso daria dicas para você não perder a criatividade e continuar sempre engajado e com um pensamento pouco convencional. Que engano… Originais é tudo, menos um livro que incentiva seu pensamento fora do padrão.

Não quero dizer com isso que Adam Grant, o autor do livro esteja errado nem nada do tipo. Na verdade, algumas das suas conclusões são bem lógicas e interessantes e a leitura flui de maneira até agradável. O problema é que o livro é o tempo todo lógico demais, e mesmo na sinopse dizendo que ele ia relatar casos de sobre a TV – o que me fez pensar que ele ia falar sobre as mentes criativas nos bastidores das séries e do jornalismo – basicamente ele fala de empreendedorismo convencional. E isso não era bem o que eu estava procurando.

Ainda que eu tenha gostado de ler sobre pesquisas comportamentais sobre determinados tipos de sujeitos criativos e seus métodos de trabalho, o livro fica um pouco distante da originalidade que ele cita no título. É um livro tão tradicional, tão metódico que pouco funciona para quem não tem trabalhos muito convencionais e esperavam algo que se encaixasse nesses jobs tão específicos.

Sendo eu uma dessas pessoas com trabalhos menos convencionais, o livro acabou sendo um banho de água fria nas minhas expectativas.

Originais é um livro tradicional, que serve para quem quer saber mais sobre formas e métodos que os grandes criadores de empresas, MBAs e empreendedores tradicionais trabalham e trabalharam com uma escrita acessível. Se você quer saber sobre criatividade, sobre fugir do lugar comum, sobre continuar tendo ideias originais em épocas de baixa, esse não é o livro para você.

 

2 thoughts on “Originais – Como os Inconformistas Mudam o Mundo – Adam Grant

  1. Obrigada pela resenha! Tinha baixado a amostra pro Kindle meio desconfiada, porque a sinopse meio que já contradizia a capa do livro… agora sei que não é o que estou procurando. Baita propaganda enganosa, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *