O Contador (2016) – Gavin O’Connor

Fui assistir “O Contador” sem esperar muito da história, apenas sabendo que o elenco contava com nomes excelentes, como o J. K. Simmons e a Anna Kendrick,o que já era algo interessante.
O filme conta que a história de Christian Wolff, um homem que possui Síndrome de Asperger, então tem dificuldades de relacionamento com outras pessoas. Tem bem mais intimidade com os números. Ele tem um pequeno escritório de contabilidade, mas como fachada para o trabalho que faz como contador autônomo para algumas organizações criminosas bastante perigosas. Em paralelo, o tesouro americano investiga suas atividades. Então vemos duas tramas se entrelaçando.
Diferente de muitas obras que são feitas nos dias de hoje, O Contador não se leva tão a sério, o que faz a narrativa, cheia de situações absurdas, ser agradável.
Com uma paleta de cores e uma ambientação que lembra diversas obras dos anos 70, o filme entretém, é divertido; mas tudo isso se você não espera demais e se permite entrar no universo proposto pelo roteiro.
Ben Affleck está excelente como o protagonista do filme, que definitivamente é uma obra de personagem; sua falta de expressão como um autista é cheia de nuances e mostra que ele é um ator capaz de boas interpretações e que já conhece o tipo de personagem que pode fazer bem. O resto do elenco é bom, mas não tem tanta chance de crescer em cena, por conta do roteiro.
O Contador é um filme interessante, com um terceiro ato levemente problemático, mas que diverte, principalmente por não se levar a sério.

1 thought on “O Contador (2016) – Gavin O’Connor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *