Águas Rasas (2016) – Jaume Collet-Serra

Águas Rasas é um filme de tubarão com a Blake Lively. Por mais rasa (desculpa o trocadilho) que a definição seja,é a verdade. Dirigido por Jaume Collet-Serra, conta a história de Nancy, uma jovem que sofre com a perda da mãe e resolve dar uma pausa na faculdade de medicina e visitar sozinha a praia que sua progenitora costumava falar que visitava durante a gravidez. Lá, ela pega várias ondas ótimas, e tudo corre bem, até que, quando fica sozinha dentro do mar, encontra uma baleia morta e, infelizmente, é atacada por um tubarão. A partir daí ela se refugia em um recife de corais e tenta sobreviver enquanto espera por ajuda.
A premissa é bastante simples. Como disse antes, é um filme de tubarão onde a protagonista passa boa parte do tempo sozinha. E a Blake não decepciona. Ela consegue demonstrar todo o medo da personagem, e toda a sua força de vontade também. Sem dúvida, ela é o melhor de Águas Rasas.
O roteiro não traz nada de novo, mas em geral, funciona, apesar de em alguns momentos decepcionar por acabar piegas e conservador com a relação da Nancy com a família. Alguns excessos visuais também podem irritar, como as câmeras lentas; mas de modo geral o diretor trabalha bem alguns detalhes, como os pontos de vista do tubarão, o que ajuda a criar a tensão e é umas das coisas mais bem feitas da obra; e a frma de usar os dispositivos tecnológicos.
Um dos detalhes irritantes e me incomodou bastante é como o diretor faz questão de mostrar planos do decote da atriz e da bundada mesma. Sim, a Blake é muito bonita, está de maiô e com um corpo excelente; mas é desnecessário ficar focando em seus atributos físicos. Ela está bem o suficiente na personagem para não precisar de foco em seu corpo.
Não é um filme inesquecível, na verdade o oposto, mas cumpre o que promete e para o público alvo funciona muito bem.

6 thoughts on “Águas Rasas (2016) – Jaume Collet-Serra

  1. eu passei a levar bastante a Blake a sério depois do filme da Adaline. Percebi que ela é bem mais do que um rosto bonito de gossip girl. Já quero ver esse também <3

    beijo
    beinghellz.com

  2. Eu sou a louca dos tubarões e sempre torço por eles. Claro que quero ver esse! E, como já comentaram aqui, passei a prestar mais atenção no trabalho da Blake depois de Adaline. Tem tudo para me agradar 🙂

  3. Eu gosto de assistir filme assim para acompanhar a bravura e superação do sobrevivente. Isso realmente é amor a vida, querer viver e nunca desistir. Ainda não consegui assistir o filme todo, mas só pelos vídeos já gostei. É um ótimo passatempo, né rs e além disso nos traz lições pra vida. Bj, Blog B de Bia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *