X-Men: Apocalipse (2016) – Bryan Singer

X-Men Apocalipse é o último lançamento da mais recente saga dos consagrados mutantes criados pela Marvel. E desta vez temos uma trama que se passa nos anos 80, antes dos acontecimentos da trilogia original, e seguindo o universo dos dois primeiros filmes da atual.
Desta vez somos apresentados a um vilão clássico para os fãs dos quadrinhos. En Sabah Nur, conhecido como Apocalipse, e que dá título  ao longa. Em uma sequência de tirar o fôlego conhecemos o personagem logo nos primeiros minutos do filme. Ele quer purificar a humanidade e começa a recrutar súditos mutantes para alcançar seus planos. Interpretado pelo ótimo ator Oscar Isaac, Apocalipse poderia ser um dos melhores antagonistas dos X-Men, mas suas motivações iniciais, que se relacionavam com a religião – já que ele se dizia um deus – acabam se perdendo em uma guerra de forças entre o grupo do Apocalipse (Magneto, Tempestade, Psylocke e Anjo) e os X-Men (Mística, Ciclope, Jean Grey, Fera, Mercúrio, Noturno e Professor Xavier).
Os atores são competentes e estão bem em seus papéis, mas alguns dos personagens são pouco desenvolvidos, como é o caso da Psylocke e do Anjo. Ambos poderiam ter sido bem mais explorados, mas acabam sendo coadjuvantes sem grande destaque além dos momentos de ação. Algumas cenas forçam no uso do clichê e são exageradamente bregas, apelando para o drama barato. 
A direção de arte e o design e produção, apesar de sutis, são competentes ao retratar os anos 80, com um uso interessante das cores no figurino. O CGI é intenso, mas apesar disso, funciona bem junto com o 3D.
Apesar das críticas, o filme é um entretenimento agradável. Suas mais de 2 horas passam sem cansar e o expectador se diverte com o produto que o Bryan Singer colocou nas telas. Só não dá para esperar um grande roteiro, porque como diz a  personagem Jean Grey no filme “todo mundo concorda que o terceiro filme de uma trilogia é sempre o  mais fraco”.X-Men: Apocalipse, apesar de não ser tão decepcionante como X-Men: O Confronto Final, sem dúvida ainda é o mais fraco da nova saga.

4 thoughts on “X-Men: Apocalipse (2016) – Bryan Singer

  1. Ainda não tive a oportunidade de ver esse filme, mas gosto da história e espero ver em breve, adorei sua opinião pude conhecer mais sobre algumas coisas que eu não sabia bem ainda.
    Muito bom o post, simples e direto.
    Beijos
    neversaynever-believe.blogspot.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *